Dicas para contratar um seguro viagem para gestante!

A gravidez é um momento único na vida da mulher e da sua família. Para quem acha que gravidez e viagem não combinam, saiba que isso não é verdade! Contudo, para uma viagem tranquila é essencial ter um bom seguro viagem contratado. E nesse artigo vamos te contar todos os detalhes sobre o seguro viagem para gestantes! Além disso, ainda traremos algumas dicas fundamentais para que o seu passeio, e o do bebê, seja seguro! Vem com a gente!

Mulher grávida feliz na praia
As viagens podem ser um momento de relaxamento para as mulheres grávidas.

É seguro viajar grávida?

Essa é a primeira pergunta que as mulheres grávidas fazem quando pensam em viajar. O primeiro passo para descobrir a resposta é ir até o seu médico de confiança e verificar qual o andamento de gravidez. Caso não seja uma gravidez de risco e tomando todos os cuidados, as viagens podem inclusive ser benéficas para a mãe e para o bebê. Afinal, é um momento de relaxamento e descanso merecido para a nova mamãe.

Recebendo o aval do médico, é preciso considerar também o estágio da gravidez. No primeiro trimestre os enjoos são mais frequentes, assim como quedas de pressão e outros mal-estares. Já nos últimos três meses as chances de um parto prematuro são maiores, assim como alguns desconfortos, como os pés inchados.

É importante verificar também quais as regras da companhia aérea para as grávidas. Algumas exigem um laudo médico a partir da 28ª semana, e outras não permitem o embarque de grávidas nas últimas semanas de gestação.

O seguro viagem não é obrigatório especificamente para grávidas, com exceção dos destinos em que o seguro viagem é obrigatório para todos os turistas, como Cuba, Europa e Equador. Então, a obrigatoriedade do seguro viagem depende do destino e não do fato de você estar grávida.

Contudo, é imprescindível viajar protegida em qualquer situação, ainda mais quando você está gerando uma nova vida. As grávidas possuem metabolismo mais lento, justamente por utilizarem grande parte da sua energia para o desenvolvimento do bebê. Isso pode levar a queda na imunidade, mal-estar e, caso você sinta qualquer desconforto, ter a proteção de um seguro viagem com certeza fará muita diferença nesse momento.

Além disso, a depender do estágio da gravidez, há a possibilidade do bebê nascer durante a viagem. Para mais, realizar exames caso sinta alguma dor, apenas para garantir que está tudo bem, pode sair muito caro fora do país.

Assim, as grávidas não só podem como devem viajar e aproveitar os mais diferentes destinos. Muitas, inclusive, decidem fazer o enxoval do bebê fora do país para aproveitar os melhores preços e variedade. Para curtir esse momento mágico de forma segura, basta seguir algumas recomendações e se proteger com um seguro-viagem. E para saber qual seguro viagem comprar, e como, é só conferir as dicas nesse artigo!

Toda seguradora oferece seguro viagem para grávidas?

Não, nem toda seguradora possui seguro viagem para gestantes. Além disso, mesmo nas seguradoras que oferecem essa cobertura, não são todos os planos que atendem às emergências específicas de mulheres grávidas.

Comparando pela Real você consegue saber na hora quais planos têm cobertura para gestantes! É só colocar o destino e a data da viagem e na hora de escolher o plano verificar na cobertura de assistência médica se no campo “Gestantes” tem sim ou não:

Tela de simulação de contratação de seguro viagem no site da Real.
Usar o comparador da Real facilita sua escolha de seguro viagem para grávidas.

Qual é o melhor seguro viagem para gestantes?

Cada seguro viagem tem a sua particularidade, assim como cada plano. É preciso verificar detalhadamente quais são as coberturas incluídas e quais delas se adequam ao seu perfil de viajante. E, assim como em qualquer serviço, quanto mais caro o plano mais coberturas você terá direito. Então, para facilitar a escolha do seu seguro viagem para grávida, seguem alguns detalhes sobre o que esses seguros cobrem ou não:

O que o seguro viagem gestante cobre?

Geralmente, os seguros viagem para gestante cobrem atendimentos e exames de urgência e emergência, além das coberturas normais aos outros planos. O que muda são os valores das coberturas e a extensão do benefício ao bebê, em caso de nascimento prematuro.

Um dos pontos mais importantes a se verificar na hora da contratação de um seguro viagem para grávidas é se há cobertura para parto prematuro. Algumas seguradoras cobrem além do parto prematuro, as despesas hospitalares do bebê até o 30º dia de vida, ou até o fim do valor da cobertura, o que acontecer primeiro.

Outras coberturas comuns a todos os planos são:

  • Cobertura médica;
  • Cobertura odontológica;
  • Repatriação;
  • Translado;
  • Cobertura para extravio e perda de bagagem
  • Coberturas adicionais

Os seguros viagem para gestantes ampliam as coberturas para atender a situação específica da mulher, adicionando situações como:

  • Exames;
  • Ultrassonografia;
  • Doenças e complicações da gravidez;
  • Abortos espontâneos ou ocasionados por acidentes;
  • Parto prematuro.

Outra informação importantíssima e que deve ser verificada é até qual semana de gravidez a seguradora faz a cobertura. Na maioria das vezes, as seguradoras cobrem urgências e emergências até a trigésima semana de gestação.

O que o seguro viagem gestante NÃO cobre?

Outra vez, as restrições variam de acordo com cada seguradora e cada plano de seguro viagem. Além do limite da idade gestacional, algumas seguradoras também têm restrições quanto à idade da gestante. Geralmente, os seguros viagens para grávidas não cobrem:

  • Tratamentos de fertilidade;
  • Parto após a idade gestacional limite, seja natural ou cirúrgico;
  • Despesas com o recém-nascido após o 30º dia do nascimento;
  • Abortos provocados;
  • Pré-natal;
  • Qualquer circunstância caso a grávida tenha viajado sem aval médico;
  • Engravidar após a compra de seguro de viagem;
  • Complicações sofridas durante a gravidez ou nascimento anterior;
  • Complicações detectadas antes de comprar o seguro de viagem.

Sabendo disso, não deixe de usar o nosso simulador para ver quais as melhores opções, pelos melhores preços. Estude a fundo o que cada seguradora oferece e escolha o plano que melhor atenda às suas necessidades.

Como contratar o seguro viagem para gestante?

Assim como no caso de outras opções de seguro, é possível contar com um comparador de seguros, como o da Real Seguro Viagem, para encontrar a melhor opção para cada perfil de viajante.

Acessando o site, colocando a localização da viagem, as datas e alguns dados pessoais, já será possível ter acesso a dezenas de opções oferecidas pelas seguradoras e optar pela mais adequada.

Como acionar o seguro viagem para grávidas fora do Brasil?

Depois de escolher o melhor seguro viagem com a Real, você receberá um documento muito importante: a apólice do seguro. Nesse documento estarão todas as informações sobre a cobertura contratada, assim como os contatos da seguradora. 

O atendimento pelo telefone é feito em português, e o contato deve ser feito por um telefone fixo. Além disso, para os clientes que contratarem o seu seguro pela Real, dispomos de um aplicativo exclusivo que facilita o contato com as seguradoras. Basta ter acesso a internet, fazer o login e escolher a sua seguradora!

Mulher segurando celular com o aplicativo da Real Seguro Viagem
A Real é o único comparador de seguros que oferece um aplicativo exclusivo para se comunicar com sua seguradora.

Cuidados que uma gestante precisa ter na viagem

Como dito anteriormente, as gestantes podem viajar, caso não haja restrições. Porém, alguns cuidados são recomendados e vão proporcionar uma viagem mais tranquila para a grávida e para o bebê. Algumas das dicas são:

  1. Viaje no “meio” da gravidez, entre as 18 e 24 semanas.
  2. Consulte o seu médico antes da viagem e converse com ele sobre os passeios que você deseja fazer, assim como outros detalhes da viagem. Outro ponto importante é sobre a exigência de vacinas em alguns países. Geralmente, recomenda-se que grávidas evitem vacinas como a de sarampo, caxumba e rubéola. No entanto, vacinas inativadas são consideradas seguras (como a de hepatite B).
  3. Escolha destinos mais tranquilos, sem tantos passeios de aventura. Além disso, quem sabe não é possível fazer o chá de bebê no local escolhido?
  4. Considere evitar destinos com altitudes elevadas.
  5. O destino escolhido também deve considerar o risco de contaminação por doenças perigosas para grávidas, como a malária.
  6. Verifique com a companhia aérea as regras para o embarque de grávidas.
  7. Assim que tiver o destino e datas escolhidos, providencie o seu seguro viagem.
  8. Para evitar os desconfortos nas pernas durante a viagem de avião, principalmente as mais longas, levante-se de tempo em tempo, exercitando-se e esticando as pernas.
  9. Tenha atenção a sua alimentação e hidratação, principalmente devido ao risco de contaminação por toxoplasmose e a hepatite E.
  10. Busque hospedagens em locais centrais e próximos a hospitais ou centros médicos.
  11. Planeje seus roteiros considerando algumas paradas estratégicas para descansar.

Então, se você está grávida e quer viajar, siga essas dicas e converse com seu médico. Com essas recomendações e com um bom seguro viagem contratado você garante uma viagem tranquila e segura para você e seu bebê. E para escolher o seu seguro viagem conte com a gente. Nós da Real estamos prontos para te ajudar nesse momento tão mágico!