em viagem
em viagem

Seguro Viagem para a Europa

O museu do Louvre, o Coliseu, a Acrópole de Atenas. Você tem vontade de visitar esses lugares? Antes de se organizar para realizar esse objetivo, é importante informar-se sobre algumas características da Europa no que diz respeito a estrangeiros e ao turismo. Entre as particularidades do continente estão o Tratado de Schengen, o ETIAS, a exigência do Seguro em diversos países, entre outras informações.

Por isso, a Real preparou esse artigo, que explica o que você precisa saber sobre esses temas e sobre o seguro viagem na Europa, para que sua ida ao continente tenha a garantia de uma assistência de qualidade caso haja alguma adversidade.


Viajante em miniatura em cima de mapa da Europa
Em diversos países da Europa, o seguro viagem é obrigatório

O Seguro de Viagem para a Europa é necessário?

Sim. Esse questionamento é muito recorrente entre os viajantes. De fato, aqueles que pretendem ir a esse continente precisam, na grande maioria das vezes, de seguro. Isso se deve, por um lado, pela segurança e garantias que a contratação do serviço possibilita em uma região diferente cultural e economicamente da qual você está inserido e acostumado.

Por outro lado, parte dos países europeus firmaram um acordo entre si que estabelece regras para a entrada de estrangeiros em seus territórios: o Tratado de Schengen. Dentro da convenção está a exigência do Seguro Viagem Europa, com um valor mínimo de 30 mil Euros.

O que é o Tratado Schengen?

Sendo a Europa um continente com países de pequeno território, a movimentação de pessoas de nacionalidades distintas entre eles é muito comum. Uma ação recorrente tanto entre europeus quanto turistas. Com o Tratado de Schengen, ratificado em 1985, o controle de fronteiras entre os países membros deixou de existir, tornando possível essa livre circulação que vemos atualmente.

Essa política traz benefícios para turistas, uma vez que, ao entrar em um dos países membros, o acesso aos outros é prontamente liberado. No entanto, para garantir que os visitantes possam pagar por possíveis despesas relativas a acidentes, enfermidades ou repatriação, é exigido o Seguro Viagem.

Mapa da Europa com informações sobre o Tratado Schengen

Quais são os países integrantes que necessitam do seguro viagem obrigatório?

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Dinamarca;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Espanha;
  • Estônia;
  • Finlândia;
  • França;
  • Grécia;
  • Holanda;
  • Hungria;
  • Islândia;
  • Itália;
  • Letônia;
  • Liechtenstein;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Malta;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • RepúblicaTcheca;
  • Suécia;
  • Suíça.

Quais países Europeus não compõem o espaço Schengen?

  • Albânia;
  • Andorra;
  • Bielorrússia;
  • Bósnia e Herzegóvina;
  • Bulgária;
  • Cazaquistão;
  • Chipre;
  • Croácia;
  • Escócia;
  • Inglaterra;
  • Irlanda;
  • Irlanda do Norte;
  • Moldávia;
  • Mônaco;
  • Montenegro;
  • Macedônia do Norte;
  • País de Gales;
  • Rússia;
  • San Marino;
  • Sérvia;
  • Turquia;
  • Ucrânia;
  • Vaticano.

Esses países exigem o Seguro?

Não, os países europeus que não estão dentro do espaço Schengen não exigem seguro viagem para viajantes. Mas imprevistos podem acontecer e, para turistas, o serviço médico tem custo. No Reino Unido, por exemplo, mesmo quem possui passaporte europeu terá de arcar com os valores do atendimento privado.

Quais outras informações devo saber?


Museu do Louvre, na França, Europa
O Museu do Louvre, na França, é um dos pontos turísticos mais procurados do mundo

Guarde o comprovante do seguro

O documento exigido que deverá ser apresentado à imigração é a apólice do seguro. Ela será enviada a você logo após a contratação do serviço. Verifique com a seguradora o envio desse certificado em português e inglês, pois é preferível que ele seja apresentado em inglês.

Outros documentos necessários

  • Comprovação de hospedagem;
  • Comprovação financeira para manter-se no continente;
  • Passaporte dentro do prazo e com validade superior a 6 meses;
  • Passagem aérea de retorno ao país de origem.

Leia também: Seguro Viagem para o Tratado Schengen

Sistema Europeu de Informações e Autorização de Viagem

A partir de 2022, viajantes a turismo, trânsito ou negócios deverão ter uma autorização para entrar nos países do espaço Schengen: o ETIAS. Esse sistema foi criado com o objetivo de reforçar a segurança e é voltado a todos aqueles que, atualmente, não precisam de visto. É possível que esta regra passe a valer para outros países no futuro. A inscrição se dá por meio do preenchimento de um formulário online e será um requisito obrigatório.

Quais os benefícios de viajar assegurado para a Europa?

O Seguro é algo que você contrata e espera não precisar usar. Porém, é essencial, uma vez que se trata da sua saúde, bem-estar e dinheiro. Como já citado, contratar um serviço que garanta assistência em caso de doenças ou acidentes, atraso ou perda de bagagem, atraso de voo ou mesmo repatriação, compensa o valor investido. Para entender mais sobre a importância do seguro viagem, assista o nosso vídeo:


Os planos de seguro oferecidos cobrem a exigência de 30 mil Euros por um preço acessível. Imagina precisar de atendimento médico e ter de pagar em euros? Ou comprar itens no exterior e presentes únicos para familiares ou amigos e perder tudo em uma mala extraviada? No momento de planejar sua viagem, é importante levar em consideração possíveis contratempos e o Seguro Viagem para a Europa é a solução para eles.


Coliseu, em Roma, Itália
A Itália é um dos países que integram o espaço Schengen. O Coliseu, em Roma, é um dos seus principais pontos turísticos

Qual é a média de valores dos planos oferecidos?

A média dos valores para a compra de um seguro viagem para a Europa é em torno de 15 reais por dia de viagem. O preço varia de seguradora para seguradora, com o tempo da viagem e também depende das características do viajante.

Recomenda-se avaliar o custo/benefício de acordo com seu objetivo, bem como estudar o contrato para checar as opções de cobertura, valor máximo a ser gasto para cada item e, também, quais são as cláusulas (principalmente referentes à idosos, gestantes e a atividades radicais).

Para saber os valores de acordo com as características da sua viagem, faça uma comparação abaixo:


Por que contratar com a Real?

Somos a primeira comparadora de Seguro Viagem do Brasil, desde 2009 já ajudamos mais de 1 milhão e 200 mil pessoas, sempre buscando entender as necessidades dos nossos clientes e procurando melhorar para oferecer o melhor serviço.

Essa experiência nos possibilitou uma compreensão sobre as especificidades do Brasil a respeito do serviço que oferecemos. Prezamos pela qualidade e, com isso em mente, desenvolvemos um aplicativo exclusivo que permite ligações gratuitas para qualquer seguradora de qualquer lugar do mundo! Para saber mais, siga a Real nas redes sociais.

Saiba mais sobre o assunto:

Nesse caso, a entrada na Europa é facilitada e não há a exigência de Seguro Viagem. Por outro lado, brasileiros com dupla nacionalidade somente serão atendidos no sistema de saúde público europeu se contribuírem com impostos do país de sua cidadania e se apresentarem o Cartão Europeu de Seguro Doença. Portanto, mesmo sem a exigência do seguro, o brasileiro que não apresentar o cartão europeu terá de pagar pelo atendimento, e provavelmente será um custo elevado.
O seguro viagem para a Europa custa em média 15 reais por dia de viagem, podendo variar a depender das coberturas contratadas. Em nosso site, ao realizar a cotação e preencher dados para contato, você consegue desconto que possibilita um preço menor que esse. Acesse: https://www.seguroviagem.srv.br/
Os planos do Seguro Viagem cobrem coronavírus, em casos de urgências e emergências médicas. Em um momento de pandemia como o qual estamos vivendo, essa cobertura é imprescindível, uma vez que estamos lidando com um vírus altamente transmissível.