em viagem
em viagem

Viagem de moto: saiba como se preparar e muito mais!

Você já pensou em viajar de moto? Para alguns viajantes essa é a melhor forma de aproveitar ao máximo a viagem e a liberdade de conhecer os lugares. A moto, nesses casos, não é somente o meio de locomoção, mas também dita o estilo de viagem.

Se você tem curiosidade de conhecer seu estado, país, ou até mesmo o mundo em duas rodas, a Real preparou um guia completo com todas as informações sobre a preparação, a viagem e dicas de roteiros para você conhecer no Brasil e no mundo. Está preparado para essa aventura? Vem com a gente!

Pessoa dirigindo moto em estrada com outros motociclistas mais a diante
Sozinho ou acompanhado, uma viagem de moto traz experiências inesquecíveis!


O que é preciso para viajar de moto?

Bom, a primeira coisa que você precisa para viajar de moto é, claro, a moto. Mas saiba que você não precisa necessariamente comprar uma moto, caso essa não seja sua intenção.

Atualmente é possível alugar motos para viagens, tanto aqui no Brasil, como no mundo. Isso é importante porque algumas viagens exigem motos mais potentes, ou que possam levar mais bagagens, e muitas vezes os viajantes não querem adquirir uma moto que não farão uso constante.

Tanto para alugar quanto para dirigir sua própria moto, também é necessário a Carteira de Habilitação (CNH) válida em todo o território nacional. Para viagens internacionais, o motorista deve tirar a Permissão Internacional para Dirigir (PID).

Esse documento permite que o condutor habilitado no Brasil possa dirigir nos países signatários da Convenção de Viena e nos países que atendam o princípio de reciprocidade. Porém, sempre consulte as regras específicas de cada país que for visitar, pois eles podem fazer exigências diferenciadas entre si.

Além da documentação da moto, e as habilitações para dirigir, tenha em mãos também o seu passaporte, certificado de vacinas exigidas, apólice de seguro viagem (principalmente nos países em que o seguro é obrigatório), e demais documentos, como vistos. Outros pontos fundamentais para sua viagem de moto são:

  • Avalie os principais componentes da moto e faça manutenções preventivas como troca de óleo e todos os fluidos, abertura preventiva da bomba de combustível e do motor de partida e troca dos pneus. 
  • Analise a melhor época para viajar em cada destino, já que o clima influenciará muito a sua viagem.
  • Compre roupas, acessórios e equipamentos que deixarão sua viagem mais segura e confortável.
  • Se você preferir, reserve os hotéis e passeios que desejar fazer em cada parada.
  • Verifique a moeda de cada país, onde fazer o câmbio, e tenha algumas opções de pagamento, como cartões de crédito e débito, e dinheiro em espécie.
  • Estude o trajeto a ser percorrido, o estado de cada rodovia ou estrada, se há pedágios, áreas mais perigosas. E tenha sempre um mapa offline, caso fique sem internet!
  • Não negligencie o combustível de sua moto. Não deixe para abastecer somente na reserva e, se possível, leve galões com combustível.
  • Se for iniciante, comece com distâncias menores até você se acostumar com a dinâmica das viagens em moto.
  • E converse com outros motociclistas experientes! É uma ótima oportunidade de trocar experiências e conhecimentos.
Foto em preto e branco de motociclista com roda de moto em primeiro plano
Conversar com motociclistas mais experientes é uma ótima forma de tirar dúvidas, trocar informações e ainda se animar com a viagem!


Agora vamos a uma pergunta que todos viajantes querem saber:

Quanto custa para viajar de moto?

E a resposta para essa pergunta é: depende. Os valores dependerão da distância percorrida, e consequentemente do combustível gasto, e também do estilo de viagem e de quais itens você já possui, ou precisará adquirir. Alguns fatores que podem interferir nos seus custos são:

  • Aluguel e/ou manutenção da moto;
  • Compra de equipamentos e roupas;
  • Documentação (como vistos);
  • Seguro da moto;
  • Seguro viagem para motociclistas;
  • Preço do combustível em cada região;
  • Pedágios;
  • Tipos de hotéis que você se hospedará;
  • Alimentação;
  • Entradas em atrações turísticas.

Mas sempre (sempre!) leve um valor reserva para imprevistos. Seja no dinheiro ou cartão, pode ser necessário passar uma noite a mais em algum lugar, ou a moto pode apresentar um problema inesperado. É sempre bom prevenir!

Falando em prevenção, os seguros para a moto e para os viajantes são indispensáveis. Em alguns países, ambos são exigidos.

Mas, mesmo que esse não seja o caso, o seguro viagem é fundamental para auxiliar em momentos de imprevistos, seja uma urgência médica, alguma questão judicial, com documentos, bagagens, e até mesmo cobertura para despesas farmacêuticas e odontológicas.

Motociclista em avenida entre prédios
Você pode escolher destinos urbanos, ou em meio a natureza. O que você prefere?


Viagem de moto em casal

Muitos casais topam fazer uma viagem de moto juntos! E essa com certeza será uma aventura marcante para os dois. Caso você deseje levar seu amor em uma aventura em duas rodas, sempre considere o conforto de ambos e como tornar a experiência agradável.

Caso os dois dirijam, será uma boa oportunidade de revezar e tornar a viagem menos cansativa. O garupa também será de muita ajuda em pedágios, e para fazer registros durante a viagem. Mas lembre-se de manter a câmera presa no pescoço ou na mão.

Uma opção para facilitar a comunicação entre os dois é adquirir um intercomunicador que fica dentro do capacete. Mas, se não for possível, combinar alguns sinais já ajuda bastante.

Estejam sempre em contato, principalmente na hora que o garupa for subir ou descer da moto, para evitar acidentes. De resto, se divirtam muito!

Como montar o roteiro de uma viagem de moto?

Agora que você já sabe como se preparar para sua viagem e já está providenciando toda documentação e equipamentos, chegou a hora de pensar no roteiro.

É possível viajar de moto por todos os lugares possíveis, mas alguns roteiros se tornaram bem famosos, seja pela beleza da estrada, os pontos que ela liga, ou até mesmo o desafio que representam. Vamos conhecer alguns?

Roteiros no Brasil

Nosso país tem dimensões continentais, então já dá para imaginar que rotas para viajar de moto não faltam! Provavelmente tem algum roteiro pertinho de onde você mora, sendo uma ótima opção para uma viagem de final de semana, e para iniciantes se familiarizarem. Alguns dos destinos mais de moto no Brasil são:

1. Rota Romântica (Rio Grande do Sul)

Trecho da BR-116 que liga Porto Alegre a Nova Petrópolis, passando por Novo Hamburgo, Morro Reuter e Presidente Lucena. De lá, você pode finalizar a viagem seguindo pela RS-235 até Gramado e Canela. 

2. Rota do Sol (Rio Grande do Norte)

A RN-063, mais conhecida como Rota do Sol, liga a Praia de Ponta Negra em Natal até Pipa. No caminho você verá, além das lindas praias, atrações como o maior cajueiro do mundo, o mirante dos golfinhos, Lagoa Guaraíras e a Barreira do Inferno, base de lançamento de foguetes da Força Aérea Brasileira. Se quiser esticar a viagem, vale seguir o litoral sul do Rio Grande do Norte até João Pessoa, capital da Paraíba, pela BR-101.

3. Estrada Real (Minas Gerais e Rio de Janeiro)

Se você ama história, vai se encantar com a maior rota turística do Brasil. Ela percorre os caminhos construídos em meados do século 17, durante o ciclo de mineração, e passa pelos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Algumas das cidades que você visitará são Ouro Preto (MG), Tiradentes (MG), São João del Rei (MG), Caxambu (MG), Guaratinguetá (SP), Paraty (RJ) e Cunha (SP). 

4. Serra do Rio Rastro (Santa Catarina)

O trajeto pela SC-438 forma uma das mais belas paisagens brasileiras, ainda que seja um tanto perigosa pela quantidade de curvas íngremes. Ligando as cidades Bom Jardim da Serra e Lauro Miller, a estrada a 1.467 metros de altura tem 35 km e visual para o verde da Mata Atlântica. 

Roteiros nas Américas

As Américas são o destino de motociclistas de todo o mundo. Sua variedade cultural e paisagens deslumbrantes tornam qualquer viagem inesquecível, e de moto não seria diferente. Alguns dos roteiros mais famosos pelas Américas são:

  • Atacama: são cerca de 105 mil km² do deserto mais seco do mundo em parte do Chile, Peru, Bolívia e Argentina. As paisagens são deslumbrantes e você se sentirá em outro planeta!
  • Interoceânica: entre Brasil e Peru com 5,4 mil quilômetros de extensão;
  • Rota 40: na Argentina, com 5,2 mil quilômetros cruzando 11 províncias argentinas e 20 parques e reservas naturais.
  • Camino a los Yungas: na Bolívia, que é conhecida como estrada da morte e tem precipícios que chegam a 4,6 mil metros de altura em certos pontos.
  • Ushuaia: no arquipélago da Terra do Fogo, no extremo sul da América do Sul, conhecido como “fim do mundo”.
  • Alasca: no outro extremo, temos a “Terra do sol da meia noite”.
  • Rota 66: nos Estados Unidos, começa em Chicago e termina em Santa Mônica, na Califórnia.

Pelo mundo inteiro a destinos imperdíveis para conhecer de moto. O mais importante é se planejar e prezar pela segurança.

Leia relatos de outros motociclistas que cruzaram esses caminhos e recolha dicas, tanto das estradas como de hospedagens e locais para visitar.

Mulher em uma moto vermelha em estrada
Destinos para se aventurar de moto não faltam!


FAQ: Viagem de moto

Tem alguma dúvida sobre viagens de moto? Leia nossa FAQ e descubra algumas das questões mais comuns entre os motociclistas.

Imagem de Perfil do autor

Redatora e viajante de carteirinha, vive buscando novas aventuras na sua cidade e fora dela!