Seguro Viagem Covid: entenda como funciona e viaje seguro!


Atualizado em 13 de julho de 2021


Vai viajar e precisa saber se o país exige o seguro viagem Covid? A Covid-19 se espalhou rapidamente pelo mundo e foi definida, em março de 2020, pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma pandemia. Desde lá, o surto da doença mudou drasticamente a entrada e saída das pessoas nos diferentes países e mudou os planos de viagem de muitas pessoas.

Atualmente, a maioria dos países estão com suas fronteiras abertas para os turistas. Nessa nova dinâmica de viagens, as perguntas mais comuns são a respeito do seguro viagem. Afinal, qual seguro viagem cobre a Covid-19? Todos os países exigem seguro de viagem com cobertura para o coronavírus? Essas e outras perguntas serão solucionadas neste artigo, acompanhe!

Mulher em aeroporto com máscara, bagagem e bilhetes de passagem.
A pandemia do novo coronavírus mudou a forma de viajar pelo mundo.

Primeiramente, o que é o coronavírus?


Coronavírus é um vírus que faz parte de uma família conhecida pelos cientistas desde 1960. Entretanto, em dezembro de 2019 foi identificada uma nova mutação deste vírus na cidade de Wuhan, na China. 

O chamado novo coronavírus, ou SARS-CoV2, é agressivo na sua forma de contágio e em casos mais graves pode levar a graves complicações respiratórias. Por isso, todos os países adotaram medidas sanitárias robustas que transformaram drasticamente o cotidiano da população.


Formas de contágio


Até o momento, as formas conhecidas de contágio do novo coronavírus são:

  • Pelo ar: através de gotículas de saliva com vírus que saem do espirro, ou na fala;

  • Por contato: seja com pessoas ou superfícies contaminadas;

  • Via animais: por meio do consumo de carnes silvestres.


Sintomas da Covid-19


Os principais sintomas apresentados pelos contaminados com a Covid-19 são:

  • Febre alta;

  • Cansaço;

  • Tosse seca;

  • Dores no corpo, de cabeça e/ou na garganta;

  • Congestão nasal;

  • Diarreia;

  • Perda de paladar ou olfato;

  • Erupção cutânea na pele ou descoloração dos dedos das mãos ou dos pés.


Em casos mais graves os pacientes podem ter dificuldades de respirar. Idosos, pessoas com problemas cardíacos e pulmonares, diabetes ou câncer têm maior risco de agravamento da doença.

Para mais informações a respeito do novo coronavírus, acesse o site da Organização Pan-americana da Saúde - OPAS.


O que a Covid-19 mudou nas viagens internacionais?

Mulher protegida contra a Covid-19 com mala e passaporte.
Além dos cuidados básicos, é essencial ter um seguro viagem para viajar tranquilo durante a pandemia.

No primeiro momento, com a propagação da pandemia, as fronteiras foram fechadas e as atividades turísticas suspensas, visando o isolamento social. Essa foi a ferramenta número um dos países na luta contra o coronavírus. Baseados em estudos científicos, os governos decretaram inúmeras e variadas medidas de restrições.

Contudo, com o avanço da vacinação na maioria dos países, as viagens voltaram a ser permitidas, levando em consideração alguns cuidados. A retomada gradual do turismo vem em boa hora, permitindo também a retomada da economia.

Mas, para manter a pandemia controlada, diversos países estipularam determinações para os turistas. Uma delas é a obrigação de um seguro viagem que cubra uma eventual contaminação pela Covid-19.


As seguradoras cobrem assistência para o coronavírus?


Normalmente, as seguradoras não cobrem casos de surtos, epidemias e pandemias. Essas são situações consideradas como “riscos excluídos” e não são cobertos nas apólices de seguro.

Porém, a pandemia se prolongou e muitos países passaram a exigir um seguro viagem para entrar nos seus territórios. Assim, a maioria das seguradoras passou a oferecer planos que protegem os segurados contra urgências e emergências relacionadas a Covid-19.

É importante destacar que, atualmente, nenhuma seguradora cobre o exame de PCR exigido para entrar no país de destino ou retornar ao país de origem. Além disso, também não são cobertos o isolamento social ou quarentena em hotéis.

Então, as seguradoras possuem planos que protegem o segurado no caso de procedimentos hospitalares referente a Covid-19. Contudo, é preciso atentar-se também às exigências que cada país possui referente ao tipo de plano contratado. 


Quais países exigem o seguro viagem Covid-19


Os principais países que exigem seguro saúde com cobertura para o coronavírus são: Egito, Dubai, Uruguai, Argentina e Chile. Além desses, os países da Europa participantes do Tratado de Schengen já exigiam o seguro viagem de, no mínimo, trinta mil euros.

Outra exceção são os Estados Unidos, que, apesar de não exigirem o seguro viagem, não permitem a entrada de pessoas vindas de 33 países, incluindo o Brasil. Assim, caso você pretenda viajar para os Estados Unidos é necessário passar por uma quarentena de no mínimo 14 dias em um dos países autorizados pelo governo americano.

Entre esses países, o principal escolhido é o México, devido à proximidade. Além disso, para embarcar para os EUA também é necessário o teste PCR negativo feito com no máximo 72 horas de antecedência.

Com as permissões e restrições de cada país alteram-se frequentemente, é necessário estar sempre atento às eventuais mudanças. No Portal Consular o Ministério das Relações Exteriores atualiza periodicamente as restrições de viagens para brasileiros no exterior.


Quais os planos disponíveis para a cobertura da Covid-19?


Pela Real Seguro Viagem você pode contratar os melhores seguros de viagens com empresas consolidadas no mercado. Atualmente, as empresas que oferecem seguro viagem com cobertura para a Covid-19 e seus respectivos planos são:


Assist Card

  • AC 35 Sem Franquia + 30 mil Covid EU

Intermac Assistence

  • Prata 60 Europa Mundo 

  • COVID 19 TOP 20

  • Euro 40 COVID 19 TOP 5

Affinity

  • Affinity Europa 30.000 Europa Covid 


Lembrando que as coberturas de Covid-19 são referentes ao atendimento hospitalar. Elas não se estendem a exames de PCR que comumente são exigidos na entrada dos países ou isolamentos em hotéis, em caso de resultado positivo. 


Cancelamento e remarcação de viagens


Os países estão atualizados suas restrições constantemente e a possibilidade de uma nova onda do coronavírus assusta os turistas que já têm as suas passagens compradas. A maioria das empresas aéreas, assim como hotéis e outros serviços de viagens, permitem o cancelamento ou remarcação de viagens no caso de contaminação pela Covid-19 ou eventual fechamento de fronteiras.

Contudo, é importante conhecer quais as regras de cada empresa. Para o cancelamento de passagens aéreas, por exemplo, cada companhia possui sua própria política de reembolso. Em alguns casos, o ressarcimento pode demorar até 12 meses.

Com o seguro viagem não é diferente, cada empresa possui suas próprias regras. A Real Seguro Viagem é a única que oferece cancelamento até um dia antes da vigência do seu seguro e com estorno no mesmo dia. Caso deseje alterar as datas da sua viagem, basta que a quantidade de dias seja a mesma e que envie a sua solicitação em até um dia antes da vigência do seu seguro.


Como se prevenir do coronavírus nas viagens?

Casal viajando na natureza usando máscara.
Independente do seu destino, manter os cuidados contra o coronavírus é sempre a melhor opção.

As principais recomendações para evitar o contágio pela Covid-19 são o isolamento social, uso de máscaras e higienização constante das mãos. Outras recomendações dadas pelo Ministério da Saúde são:


  • Cobrir as vias aéreas ao tossir ou espirrar;

  • Fazer a higiene nasal com lenços descartáveis;

  • Não compartilhar os objetos pessoais;

  • Higienizar superfícies com produtos de limpeza desinfetantes como álcool 70, água sanitária e água e sabão.


No caso das viagens, alguns outros cuidados podem ser tomados para se proteger do coronavírus, como:


  • Consultar se o voo está mantido ou se foi cancelado ou remarcado antes de se deslocar ao aeroporto;

  • Evite aglomerações em portas de embarque e desembarque, lojas e restaurantes, hotéis, etc;

  • Ter sempre a mãos álcool em gel 70% e utilizá-lo com frequência;

  • Prefira realizar o check-in online;

  • Se possível, utilize formas de pagamento eletrônico;

  • Caso a vacina esteja disponível para você, não deixe de tomá-la.


Viaje seguro com a Real!


Como visto, o seguro viagem além de uma obrigação para visitar alguns países também é uma garantia de que sua viagem ocorrerá bem. Além da cobertura nos casos de urgência e emergência relacionados ao coronavírus, os seguros da Real cobrem ainda regresso sanitário e translado de corpo.

Contratar um seguro viagem é uma forma de prevenir quaisquer problemas com a sua saúde e bagagens. Escolha o melhor plano pelo melhor preço no primeiro comparador de seguros viagem do Brasil!