sitemap reset_session pwa
em viagem
em viagem

Guia para brasileiros: tudo o que você precisa para entrar na Itália

A entrada de brasileiros em países estrangeiros requer cuidado e pesquisa, uma vez que cada destino possui exigências próprias. No caso da Itália, assim como em diversos lugares na Europa, é preciso se atentar para as regras do Acordo de Schengen.

Neste artigo você encontrará as informações que precisa para viajar para a Itália e passar pela imigração sem encontrar problemas. Acompanhe as informações a seguir e saiba o que apresentar.

__MAP(https://www.google.com/maps/embed?pb=!1m18!1m12!1m3!1d12344878.428305836!2d3.7241571053141707!3d40.94015826668297!2m3!1f0!2f0!3f0!3m2!1i1024!2i768!4f13.1!3m3!1m2!1s0x12d4fe82448dd203%3A0xe22cf55c24635e6f!2zSXTDoWxpYQ!5e0!3m2!1spt-BR!2sbr!4v1645463735886!5m2!1spt-BR!2sbr)__

Quais documentos são exigidos pela imigração da Itália?

Para entrar no país, será necessário a apresentação de alguns documentos. As exigências podem mudar constantemente, e por isso recomenda-se que, além da pesquisa de informações, o viajante entre em contato com a Embaixada ou Consulado da Itália para certificar-se dos documentos e requisitos de entrada. Abaixo, listamos os documentos que sempre são demandados:

  • Seguro viagem;
  • Passaporte;
  • Comprovante de hospedagem;
  • Passagens de ida e volta;
  • Comprovante de recursos financeiros;
  • Passaporte vacinal para a Covid-19;
  • Visto ETIAS.

O seguro viagem para a Itália está entre as regras do Tratado Schengen, sendo, portanto, obrigatório. O valor mínimo exigido é de 30 mil Euros, o que equivale em média, 15 reais por dia de viagem. Faça uma cotação abaixo e confira:

__CALLTOACTION(COTAR)__

O preço do seguro pode variar de acordo com o tempo de viagem e as coberturas, uma vez que existem uma série de coberturas extras as quais podem ser incluídas em seu plano de acordo com a necessidade.

Entre elas, há uma que tem tudo a ver com o que estamos citando aqui: documentos. Mais especificamente, uma cobertura que oferece ajuda em caso de perda dos seus documentos durante a viagem. Para saber mais, confira o vídeo abaixo:


Você também terá de comprovar que tem passagem para voltar para o país de origem, recursos financeiros para os gastos com a viagem — em espécie ou cartão de crédito internacional — bem como hospedagem em hotel ou na casa de familiar ou amigo por meio de reservas ou carta convite.

Seu passaporte deverá estar atualizado, com validade de pelo menos 3 meses após o término da viagem, e sua vacinação também deverá estar em dia. Para o caso da covid-19, é preciso o passaporte vacinal, o qual pode ser consultado e baixado por meio do aplicativo Conecte SUS.

Para viagens internacionais recomenda-se que ele tenha tradução para o inglês, o que pode ser solicitado pelo aplicativo. Essa exigência vale tanto para ter acesso ao país quanto aos lugares que se pretende visitar, como pontos turísticos e restaurantes.

Checklist de viagem para a Itália

Quanto tempo posso ficar na Itália como turista?

A entrada no país não envolve o visto tradicional, mas requer o ETIAS - Sistema Europeu de Informações e Autorização de Viagem, o qual é mais simples, uma vez que é feito online, por meio do preenchimento de um formulário. Em termos de entrada no país, ele é de suma importância e deve ser feito com antecedência.

Segundo as regras do ETIAS e do Tratado Schengen, turistas e viajantes a trânsito ou negócio poderão ficar no território europeu por até 90 dias, podendo retornar após transcorridos 180 dias desde o primeiro ingresso. Não é possível estender o prazo do ETIAS para turismo.

Regras durante a pandemia do coronavírus

As restrições em razão da pandemia da Covid-19 estão constantemente mudando. Por isso, recomenda-se buscar informações em sites oficiais de governos e consulados. Para acessar o site das embaixadas da Itália nos estados brasileiros, clique aqui.


Torre inclinada de Pisa, na Itália
A torre inclinada de Pisa, na Itália, rende fotos divertidas a turistas todos os anos

Você também pode conferir o site do Itamaraty, as restrições de viagem para a Itália, bem como as regras durante a COVID do ETIAS. Além disso, em caso de dúvidas sobre o seguro viagem com cobertura para o coronavírus, leia o nosso artigo sobre o tema.

Entrada de brasileiros que têm cidadania italiana

Nesse caso, o governo italiano abre exceções e, mesmo quando a entrada na Itália durante a pandemia para brasileiros não é permitida, quem possui cidadania no país pode entrar, contanto que seja feita quarentena de 14 dias, exame PCR, a vacinação esteja em dia e o passaporte italiano atualizado.

Se a situação estiver mais branda, também haverão regras, mas a burocracia será menor. Recomenda-se, em caso de viagem marcada, acompanhar as atualizações oficiais a respeito das restrições em razão da Covid-19.

Ainda tem dúvidas? Fale conosco!

A Real Seguro Viagem tem uma equipe especializada para te auxiliar. É só entrar em contato por este link. Também disponibilizamos uma FAQ logo abaixo para tirar dúvidas frequentes. Confira!