Seguro viagem fapesp

O seguro viagem fapesp é a alternativa de muitas pessoas que desejam se especializar no exterior. Proteger o passeio em relação ao que o assegurado irá estudar é a principal função do seguro.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo é uma instituição pública de avanço à pesquisa acadêmica ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do governo do estado de São Paulo.

A fapesp reconhece a importância do intercâmbio de pesquisadores em formação com grupos de pesquisa do exterior, possibilitada pela interrupção de bolsas que a fundação concede no país para o usufruto de bolsas no exterior, financiadas por outras agências.

Quais os tipos de estágios o seguro viagem fapesp cobre?

Essa é uma das principais dúvidas de quem cogita solicitar o seguro viagem fapesp, por isso, separamos as 5 modalidades oferecidas, confira:

  1. Iniciação Científica

O estágio de pesquisa no exterior deverá ser realizado a partir do sexto mês de vigência da bolsa:

  • Excepcionalmente, no caso de renovação da Bolsas no País (Iniciação Científica), no âmbito do mesmo projeto, a restrição acima não se aplica, podendo o estágio de pesquisa no exterior ser realizado antes dos seis meses do início da vigência da bolsa renovada;
  • De forma que a duração da bolsa no país e do estágio de pesquisa no exterior não ultrapassem, em nenhuma hipótese, a data do término do último semestre letivo do curso de graduação do bolsista;
  • Por período máximo de quatro meses;
  • Quando o bolsista já tiver um número suficiente de disciplinas relevantes para o projeto;
  • De forma que o retorno ocorra ao menos quatro meses antes do fim da vigência da Bolsas no País.
  1. Mestrado

O estágio de pesquisa no exterior deverá ser realizado:

  • A partir do 12º mês de matrícula no curso de pós-graduação;
  • Por período máximo de seis meses;
  • Quando o bolsista já tiver concluído todas as disciplinas obrigatórias no seu programa de pós-graduação;
  • De forma que o retorno ocorra ao menos quatro meses antes do fim da vigência da Bolsas no País.
  1. Doutorado Direto

O estágio de pesquisa no exterior deverá ser realizado:

  • A partir do 12º mês de matrícula no curso de pós-graduação;
  • Por período máximo de doze meses;
  • Quando o bolsista já tiver concluído todas as disciplinas obrigatórias no seu programa de pós-graduação;
  • De forma que o retorno ocorra ao menos quatro (4) meses antes do fim da vigência da Bolsas no País.
  1. Doutorado

O estágio de pesquisa no exterior deverá ser realizado:

  • A partir do 12° mês de matrícula no curso de pós-graduação;
  • Por período máximo de doze meses;
  • Quando o bolsista já tiver concluído todas as disciplinas obrigatórias no seu programa de pós-graduação;
  1. Pós-Doutorado

O estágio de pesquisa no exterior deverá ser realizado:

  • A partir do sexto mês de vigência da bolsa;
  • Por período máximo de doze meses;
  • De forma que o retorno ocorra ao menos quatro (4) meses antes do fim da vigência da Bolsas no País.

Para as todas as categorias, o seguro viagem fapesp pode analisar solicitações para o usufruto do estágio no exterior antes de cumpridos todos os créditos, mediante apresentação de justificativa circunstanciada, tendo sido cumprido número de créditos suficiente para o desenvolvimento do projeto.

E o que o seguro financia?

O seguro viagem fapesp financia os seguintes itens:

  • Manutenção mensal;
  • Despesa de Transporte;

A fapesp concede passagem aérea em classe promocional ou no máximo em classe econômica normal. O outorgado é o responsável pela aquisição da passagem.

  • Seguro-saúde, conforme valor vigente;
  • Auxílio instalação, no valor de uma mensalidade adicional para bolsa estágio pesquisa no exterior com duração igual ou maior que três meses;

É importante que você saiba que há itens que não são financiáveis no seguro de viagem da fapesp, são eles:

  • Taxas escolares, taxas de bancada e outras;
  • Benefícios para dependentes.

Gostou do conteúdo sobre o seguro viagem fapesp? Comente o que achou e compartilhe.