Seguro Viagem Europa De Graça

Conseguir um seguro viagem Europa de graça pode facilitar a vida dos turistas que querem proteger o passeio sem gastar muito e ainda assim desfrutar de benefícios surpreendentes durante sua estadia fora do país.

Sendo assim, é importante ressaltar que esse tipo de serviço, apesar de parecer muito atrativo, muitas vezes apresenta coberturas bem superficiais, priorizando apenas o básico e fazendo com que o cliente possa se frustrar em determinadas situações.

Em todo caso, para quem não dispõe de uma renda muito satisfatória e mesmo assim gostaria de viver a experiência de conhecer os ares europeus, o seguro viagem Europa de graça realmente se mostra uma excelente alternativa, desde que haja atenção durante a contratação.

Como contratar?

Entre as inúmeras maneiras de economizar ao comprar um seguro viagem, que vão desde a negociação com a seguradora até planos familiares que concedem descontos para pagamentos à vista, atualmente as pessoas têm optado pelo seguro viagem Europa de graça.

Aliás, o jeito mais fácil de conseguir isso é comprando a passagem aérea com o cartão de crédito de empresas que disponibilizam tal opção como é o caso da Visa e Mastercard.

De qualquer forma, é importante ficar atento ao tipo de cobertura inclusa, porque como existem muitas modalidades desse recurso, alguns planos podem ser mais reduzidos, o que requer muito cuidado durante a contratação para evitar frustrações.

Lembre-se que ao optar por um seguro viagem Europa de graça, talvez haja a necessidade de contratar alguns serviços adicionais, visto que algumas coberturas são limitadas, então procure fazer acordos com o próprio banco ou bandeira do cartão vigente.

O que o seguro viagem Europa de graça cobre?

Ao contratar um seguro viagem Europa de graça é importante prestar atenção nos serviços disponibilizados pela empresa do cartão de crédito, verificando a ausência de recursos essenciais para lugares específicos.

Até porque, se tratando de Europa, uma coisa indispensável é o certificado referente ao Tratado de Schengen com cobertura mínima estabelecida em 30 mil euros e recursos como:

  • Atendimento médico, hospitalar ou odontológico;
  • Translado médico;
  • Regresso sanitário;
  • Translado de corpo;
  • Indenização em caso de invalidez permanente, total ou parcial por acidente durante a viagem;
  • Reembolso em caso de cancelamento ou atraso de voo;

Além disso, como normalmente as categorias de seguro oferecidas pelo cartão de crédito não costumam disponibilizar nenhuma assistência financeira em caso de extravio de bagagem e contam apenas com o serviço de rastreamento, nem sempre isso é muito vantajoso.

Inclusive, em casos onde o serviço de reembolso é oferecido, existe a necessidade de guardar as notas dos recursos utilizados que estão inclusos no seguro e envia-las para a empresa responsável.

Mas embora essa pareça ser uma tarefa simples, a verdade é que há outros protocolos a serem seguidos e são eles que decidem se o cliente irá ou não receber o dinheiro, por isso é necessário coletar todas as informações contratuais antes de investir em algo que pode não ser tão útil assim.

Então, uma dica extra para evitar dores de cabeça, prejuízos ou surpresas desagradáveis é investir no seguro viagem Europa de graça, mas procurar complementa-lo com coberturas mais amplas que estejam de acordo com as suas necessidades e respectivas exigências do destino escolhido, sem ultrapassar o limite do cartão de crédito.

Conclusão

Se você está planejando uma viagem para o exterior, não esqueça de incluir um seguro viagem Europa de graça como uma prioridade na lista e atentar-se para os recursos oferecidos, já que no caso de eles não serem suficientes ainda existe a possibilidade de fazer as alterações necessárias e evitar prejuízos ou mal-entendidos.

Tenha em mente que independentemente da situação, estar protegido faz toda a diferença e contar com o auxílio de bons profissionais nunca é ruim, então o seguro viagem Europa de graça é uma opção sensata.