Seguro viagem Mercosul

Será que é necessário fazer um seguro viagem Mercosul? A América do Sul é um continente extenso cuja cada país tem suas burocracias. Logo, surge a dúvida se contratar um serviço do tipo é realmente preciso.

Os países que fazem parte do Mercosul não exigem que o visitante faça um seguro, mas se você quer ter a garantia de um passeio seguro Mercosul, é bom considerar fazer um. Até porque, uma coisa é fato, imprevistos podem acontecer.

Mesmo com a pouca similaridade da língua e de alguns costumes, é sempre bom ter alguém preparado para resolver possíveis problemas na viagem. O seguro irá te ajudar naquilo que mesmo você tentando resolver, fica fora do seu alcance de resultado, como uma mala extraviada, por exemplo.

Coberturas do seguro viagem Mercosul

As coberturas disponíveis para o seguro viagem Mercosul são relativos, pois é levado em conta os destinos a serem conhecidos, a seguradora e o tempo de viagem estipulado. Para quem está querendo realizar esportes radicais, por exemplo, deverá considerar fazer a contratação de seguro especifico.

Na hora de contratar um seguro viagem Mercosul , é necessário pontuar alguns itens fundamentais, como a sua idade e até mesmo o tempo de viagem pretendido, esses fatores influenciam nos valores das coberturas do seguro viagem.

Por isso, é extremamente importante contratar um seguro para todo o período da viagem, começando pela data que você irá sair do Brasil. Em grande parte dos casos, o seguro viagem Mercosul cobre alguns itens básicos, como:

  • Atendimento médico e odontológico;
  • Direito a ter um acompanhante em caso de uma internação;
  • Coberturas dos custos associados aos visitantes que irão acompanhar o paciente internado;
  • Indenizações para casos de mortes;
  • Repatriação tanto médica como também funerária;
  • Despesas com gastos realizados em farmácias;
  • Custos associados à hospedagem após a internação;
  • Identificação de bagagens extraviadas;
  • Pagamentos antecipados em caso de necessidade de fianças;

O seguro é obrigatório?

Os brasileiros que estão querendo viajar pelo Mercosul contam com facilidades. Isso porque para quem é desta nacionalidade não precisa de visto ou passaporte para visitar os países do grupo, sendo apenas necessário realizar a apresentação do seu documento de identificação, o RG.

Os países que fazem parte do Mercosul além do Brasil são:

  • Argentina;
  • Paraguai;
  • Chile;
  • Uruguai;
  • Bolívia;
  • Colômbia;
  • Peru;

Agora, Cuba e Venezuela são os dois países da América Latina que não fazem parte do Mercosul e exigem um seguro viagem para permitir a entrada dos visitantes. Para poder entrar em Cuba, você precisará obrigatoriamente contratar um seguro viagem, e a cobertura mínima deve ser de 10 mil dólares.

Já se tratando da Venezuela, o viajante precisará de um seguro viagem com cobertura mínima de 40 mil dólares. O plano geralmente envolve assistência médica e também repatriação funerária e médica.

  • Mesmo que em alguns países do Mercosul não seja obrigatório um seguro viagem, considere investir neste meio para garantir uma viagem tranquila. O ideal é que você não precise usar, mas caso precise, você verá o quão oportuno foi a contratação de um seguro;
  • Outro fator que faz com que seja essencial a contratação de um seguro é que mesmo o SUS do Brasil sendo um tanto quanto precário, em relação a outros países da América do Sul, ele é um paraíso.

Agora que você está por dentro do assunto seguro viagem Mercosul, pode desfrutar com tranquilidade da cultura desses países. Comente o que achou e não deixe de compartilhar essas informações uteis com os amigos.