Assistência Viagem

Planejar a viagem com antecedência e estar preparado para lidar com adversidades é essencial para qualquer viajante. Nesse contexto, incluir a assistência viagem no orçamento é essencial.

Na hora de viajar o turista não pode deixar de lado a proteção e a segurança. É certo que muitas vezes o orçamento é apertado e o usuário tende a minimizar a importância do seguro para evitar gastos “extras” na hora da partida.

Entretanto, esse é um erro que pode acarretar consequências catastróficas caso algo aconteça.

Em muitos países o atendimento médico é caro e uma simples consulta pode custar milhares de dólares, causando um buraco enorme nas finanças e que poderia ser evitado com o uso do seguro ou assistência viagem.

O que é uma assistência de viagem

A assistência viagem oferece cobertura contra incidentes como cancelamento ou restrição de viagem, problemas médicos e bens perdidos ou roubados. Além disso, a maioria das políticas oferece assistência de emergência 24 horas, caso o cliente precise de ajuda numa situação no exterior.

Seguro Viagem e Assistência Viagem são a mesma coisa?

Sim, hoje o seguro e a assistência viagem são o mesmo produto. Em março de 2016 a SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) através da Resolução o 315/2014 modificou diversas características dos seguros e da assistência viagem.

A partir dessa resolução ambos produtos se fundiram em um só. Assim, pode-se dizer que a assistência viagem não é mais comercializada, já que vem atrelada e se fundiu ao seguro viagem. De fato, os dois eram produtos muitos similares mas com uma importante diferença: a forma do pagamento ao cliente.

Antes da mudança e no caso do seguro, caso o usuário necessitasse de auxílio médico precisaria ir até o local de atendimento, pagar por todas as despesas e após retornar ao destino de origem seria ressarcido pela empresa responsável pelo seguro mediante apresentação de documentos e comprovação do ocorrido.

No caso da assistência viagem o processo era distinto. Caso o usuário necessitasse do serviço de saúde, deveria ligar para uma Central de Atendimento, que indicava o hospital ou local de atendimento credenciado que estivesse mais perto e o atendimento era feito sem nenhum custo.

A partir dessa resolução ambos produtos se fundiram em um só. Assim, pode-se dizer que a assistência viagem não é mais comercializada, já que vem atrelada e se fundiu ao seguro viagem. De fato, os dois eram produtos muitos similares mas com uma importante diferença: a forma do pagamento ao cliente.

Antes da mudança e no caso do seguro, caso o usuário necessitasse de auxílio médico precisaria ir até o local de atendimento, pagar por todas as despesas e após retornar ao destino de origem seria ressarcido pela empresa responsável pelo seguro mediante apresentação de documentos e comprovação do ocorrido.

No caso da assistência viagem o processo era distinto. Caso o usuário necessitasse do serviço de saúde, deveria ligar para uma Central de Atendimento, que indicava o hospital ou local de atendimento credenciado que estivesse mais perto e o atendimento era feito sem nenhum custo.

A partir da alteração as duas opções se fundiram ao seguro viagem e ao realizar a contratação o cliente pode escolher qual opção se encaixa melhor em suas necessidades.

A resolução mencionada também definiu que despesas médicas, hospitalares e odontológicas devem ser itens obrigatórios para viagens internacionais, tornando o seguro muito mais abrangente.

Porque a Assistência de Viagem é importante

É fácil supor que não haverá situações negativas na viagem, mas por que correr um risco desnecessário quando se pode viajar sem estresse?

Garantir uma apólice de seguro permite uma viagem tranquila sem que nenhum inconveniente infeliz precise afetar o orçamento ou acarretar em consequências mais graves, como não encontrar atendimento médico ou não ter como retornar para casa.

Ninguém deseja que a emocionante viagem ao exterior dê errado, mas é importante perceber que algo negativo pode acontecer e, nessas situações, estar coberto por uma apólice de seguro de viagem abrangente pode salvar a vida e o investimento do usuário.

Valor do seguro e assistência viagem

O valor da assistência viagem ou do seguro, depende de diversos fatores e por isso há faixas de preço tão discrepantes no mercado. Alguns dos principais pontos são:

  • Coberturas contratadas
  • Além das coberturas básicas há opções adicionais para que o usuário possa personalizar sua apólice e garantir que estará protegido em todos os momentos. Assim, quanto maior o número de coberturas mais caro tende a ser o valor da apólice.

    Por exemplo, para o turista que gosta de esportes radicais é importante verificar a cobertura extra para esse tipo de atividade pois normalmente invalida o recebimento para quem contratou apenas a opção básica, já que o risco é mais elevado.

    Para quem viaja para Europa outro ponto importante é o valor da cobertura. O Tratado de Schegen determina cobertura mínima de 30 mil euros para estrangeiros e apólices mais baratas podem não ser suficientes nestes casos.

  • Duração da viagem
  • Quanto mais se estender a viagem mais tende a custar o seguro, pois a lógica é que quanto mais tempo o viajante estiver fora, maiores serão as chances de enfrentar algum sinistro.

  • Idade
  • A idade é outro fator que interfere no valor do seguro viagem. Normalmente pessoas mais velhas (acima dos 60) possuem apólices mais caras. Novamente, a ideia é que pessoas mais velhas normalmente tem mais chances de precisarem de assistência viagem, o que é corroborado pelas estatísticas. No entanto, certas empresas não fazem essa distinção de idade e o valor é o mesmo para todos.

    No entanto, certas empresas não fazem essa distinção de idade e o valor é o mesmo para todos.

  • A seguradora
  • Existem diferentes empresas no mercado e logicamente, cada uma delas cobra também pela qualidade de atendimento que oferece.

    Muitas seguradoras oferecem preços muito abaixo do mercado e o cliente pode considerar um bom negócio à primeira vista. Entretanto, é preciso verificar a reputação e classificação dos clientes.

    Muitas vezes esses preços mais baixos podem ser relacionados a baixa qualidade do serviço, como muitos pedidos de reembolso negados, morosidade no processamento de documentos ou dificuldade em contatar a provedora quando necessário.

    Onde contratar assistência de viagem

    O seguro ou assistência de viagem pode ser contratado por diversos meios mas sem dúvidas pela internet é a forma mais fácil e cômoda de encontrar a apólice certa.

    A Real Seguro Viagem é uma empresa criada em 2008 e que surgiu para facilitar a vida dos viajantes. É um comparador que conta com diversos parceiros e com uma equipe treinada e capacitada para auxiliar todos os interessados.

    Basta entrar no site, fazer uma simulação e ter acesso instantâneo a preços e condições. É possível ainda entrar em contato pelo telefone e e-mail.

    Como escolher a melhor opção de seguro e assistência viagem

    Na hora de contratar o seguro viagem, é importante que o usuário não olhe somente para o preço que está pagando. Apesar do mesmo preço, os seguros podem variar em pequenos detalhes e por isso, contar com auxílio de uma empresa séria é sempre uma boa opção.

    O seguro e assistência viagem deve ser escolhido de forma personalizada para as necessidades de cada viajante. A Real Seguro Viagem tem o prazer em poder ajudar seus clientes a encontrarem a apólice perfeita para uma viagem inesquecível!